in

BBB

174 hqdefault

Olá,
brothers da minha casa favorita! Sai! Sai! Quem está aí? Cadê a animação
da nossa querida Nave Mãe? -Tiago?
-Sou eu! Você é o… Meu Deus… Adilson! Isso! Adilson! Oi, Tiago, meu Deus.
Nossa, que bom ouvir tua voz. Meu Deus.
Onde você estava? Eu tenho muita pergunta
pra te fazer, cara. É que eu vim aqui
só pra dar uma espiadinha e… Não, espiadinha, não!
Não vai embora de novo, fica aqui. Onde você estava?
O que aconteceu? “O que aconteceu” o quê? Como assim?
Vocês abandonaram a gente aqui. Não teve isso, não.
Imagina. Como assim? A gente estava no meio
de uma prova do líder, de resistência,
aí você do nada: “Ah, vamos para um rápido intervalo
e já voltamos.” -Nunca voltou.
-É? Tem que ver na edição,
não estou nem lembrado disso, não. Você era bem mais novo antes.
Em que ano estamos? Ô, Adilson, você sabe
que eu não posso dar informações sobre o mundo externo, né?
Cadê os outros brothers? -Não tenho muito contato com eles…
-Como não? Cada um seguiu sua vida,
seu rumo. A Tamires, por exemplo… morreu de insolação naquela prova
de ficar dentro do carro. O sergipano se enforcou
lá no quarto do líder, está lá. Aliás, por favor,
removam o corpo. Tem o pessoal da academia,
nunca me dei com eles. Aí agora
eles meio que se juntaram lá com aquele brother ruralista
que é dono do quintal. Eu não vou mais lá pra fora, sabe?
São hostis! Aí eu não vou na piscina,
eu não sei o que é sol há meses. Eu não pego uma vitamina D. Que coisa, né?
Mas e os outros brothers? Tem o pessoal que está
de quarentena lá no quarto branco. Lembra que eles pegaram
aquela verruguinha na virilha perto do cu, sabe?
Por causa daquela festa. Essa festa foi animada, hein? Terminou em edredom? Terminou em fungo, que a gente pegou de ter
que tomar água da piscina. Tá certo… É isso, né, então vou… Mas você está bem, né? Estou legal.
Estou melhor, na verdade, né? Agora que estou saindo
da depressão, eu me casei. Estou com uma índia,
com a filha do pajé. Jura? Como assim
a filha de um pajé? Não é índia de verdade,
assim, sabe? Na verdade, ela é da caravana
de Belém do Pará, do “Caldeirão”. Fugiu pra fazer figuração
no “Espelho da Vida” e do nada começou a andar
e tal no Projac e parou aqui no “BBB”. Sei lá que merda que ela fez
pra entrar, mas se estabilizou! A gente está com três moleques:
Raoni, Uaruã e Ubirajara. Sabe? Moleque… O pequenininho
que é meio do mal, sabe? Aí tem. Gilson! Ô, Gilson, olha quem está aqui:
Tiago! Tiago! Você voltou, Tiago! E aí, Gilson! Tudo bem? A Chayanne ia ser eliminada
de qualquer jeito, tá? Isso não foi nada pessoal.
É o jogo mesmo. Quanto tempo
que falta pra acabar? -O programa está legal de audiência?
-Está boa! Está legal. -Está mentindo, né?
-Está bem, gente. Está bem! Eu vou abrir o jogo
pra vocês, -ninguém mais assiste BBB, certo?
-Não… Estão pra dizer isso pra vocês
desde o BBB 5, na verdade. Eu mesmo fui pro intervalo, já emendei
com gravação do “The Voice”, narrar jogo de PlayStation, cobri buraco
lá no “Esporte Espetacular”, feriadão… Acabei esquecendo
e o Brasil também. O Brasil ama Big Brother! Todo mundo sabe que o sonho
de todo brasileiro é entrar na casa
mais vigiada do Brasil. Então, eu tenho duas coisas
pra dizer pra vocês, tá? Esse negócio de
“todo mundo querer entrar” é meio mito, tá? Até hoje foram, sei lá,
uns 400 participantes, e só 4 vingaram. Os outros 396 estão na merda. É mais fácil, sei lá…
Fazer engenharia na Unicamp. Qual é a outra coisa
que você vai falar pra gente? A outra coisa é esse negócio de
“casa mais vigiada do Brasil”. Aconteceram algumas coisas
aqui fora e a casa está sem vigia
já faz um tempo. Aliás, sem vigia,
sem energia elétrica, sem água encanada
e sem a beats. Daí os Marinho resolveram
vender o terreno. Então amanhã o seu Claudiomiro
está aí pra substituir vocês e vocês precisam ir embora. Quê? Não! Substituir a gente?
Por quê? -Que merda é essa?
-Que porra é… Quem é Claudiomiro? É o novo caseiro. Ele vai dar um jeito nisso aí
porque a casa encalhou. Esse mato está uma vergonha. Nem o corretor do Edson Celulari
quis ver o imóvel porque isso aí é do lado
da Cidade de Deus, é perigoso pra caramba. Tem como deixar a gente
uma semaninha, pelo menos? A gente arruma
um quartinho ali atrás pro caseiro. Infelizmente, não vai dar. Porque o seu Claudiomiro tem que
levar umas coisas que estão aqui, e a gente também
não tem onde guardar, entendeu? Tipo o cenário do Video Show,
o Zé Mayer, o Bruno de Luca,
e o Mauro Naves. Tudo isso aí
vai desovar amanhã. Não dá pra arranjar uma van,
quem sabe, da prefeitura,
pra levar a gente? Poxa, Adilson!
Eu já falei que não pode ter influência
do mundo exterior! Já estou fazendo vista grossa
pra essa tua índia aí. Você não leu o contrato? -Pô, foi mal…
-“Foi mal” nada! Está todo mundo proibido
de comer proteína até amanhã! Porra, Tiago, a gente erra!
Não é nossa culpa! Por favor, a gente é ser humano.
Por favor… Ruralista filha da puta! Vamos dar aquela espiadinha? Atenção,
você atendeu ao Big Fone. A partir de hoje,
esse lugar que vocês moram foi vendido para uma construtora
e vai virar um shopping comercial. Não conte isso pra ninguém,
principalmente se… E aí? Eu não posso falar.
Mas vamos ali que eu estou fazendo um gambá com uma batata
que fica uma delícia!

Written by Marcelo Wagner

172 hqdefault

A PSICOLOGIA DO BIG BROTHER BRASIL (BBB)

176 hqdefault

RACISMO NO BIG BROTHER BRASIL | BBB: CASOS DE POLÍCIA #1