Erupção sexual é bom? Funciona mesmo

Impotência ou disfunção erétil (ED.) Erupção sexual é a disfunção sexual, caracterizada pela incapacidade de desenvolver ou manter uma ereção do pênis durante a atividade sexual nos seres humanos. [1] uma erecção do pénis é o efeito hidráulico de sangue entrando e retida em corpos esponjoso dentro do pénis. O processo é iniciado mais frequentemente como resultado da excitação sexual, quando os sinais são transmitidos do cérebro para os nervos do pênis. As principais causas orgânicas da impotência são doenças cardiovasculares e diabetes, problemas neurológicos (por exemplo, o trauma de uma cirurgia de prostatectomia), insuficiências hormonais (hipogonadismo) e efeitos colaterais de drogas.

Erupção sexual é bom? Funciona mesmo

Impotência psicológica é onde a ereção ou penetração falha devido a pensamentos ou sentimentos (motivos psicológicos) ao invés de impossibilidade física; Isto é um pouco menos frequente, mas pode muitas vezes ser ajudado. Nomeadamente, Erupção sexual na impotência psicológica, há uma forte resposta ao tratamento placebo. Disfunção erétil pode ter graves consequências psicológicas, como ele pode ser amarrado a dificuldades de relacionamento e auto-imagem masculina.

Além de tratar as causas subjacentes, tais como a deficiência de potássio ou arsênico contaminação da água potável, a primeira linha de tratamento da disfunção eréctil consiste em uma experimentação de drogas de Erupção sexual inibidor PDE5 (o primeiro dos quais foi sildenafil ou Viagra). Em alguns casos, o tratamento pode envolver comprimidos de prostaglandina na uretra, as injeções no pênis, uma prótese peniana, uma bomba do pénis ou cirurgia reconstrutiva vascular. [2]

Sinais e sintomas
Disfunção erétil é caracterizada pela incapacidade de obter ou manter uma ereção regular ou repetida. Está analisada de diversas maneiras:

Disfunção eretil

erupção-sexual-o-fim-da-disfunção-erétilObtenção de ereções completa em alguns momentos, tais como Intumescência peniana quando dormindo (quando a mente e problemas psicológicos, se for o caso, estão menos presentes), tende a sugerir que as estruturas Erupção sexual físicas são funcionalmente trabalhando. [3] [4]
Outros fatores que levam à disfunção erétil são a diabetes mellitus (causando neuropatia).
Faz com que
Medicamentos (antidepressivos, tais como SSRIs, [5] e nicotina [carece de fontes?] são os mais comuns)
Distúrbios neurogênicos [6]
Transtornos Cavernosal (disease[7]) de Peyronie
Causas psicológicas: ansiedade, estresse e transtornos mentais [8]
Cirurgia [9]
Envelhecimento. É quatro vezes mais comum em homens com idades na casa dos 60 do que aqueles de 40 anos. [10]
Insuficiência renal
Doenças como diabetes mellitus e esclerose múltipla (MS). Enquanto estas duas causas não foram provadas são prováveis suspeitos como eles causam problemas com o fluxo sanguíneo e do sistema nervoso.
Estilo de vida: tabagismo é uma causa chave da disfunção erétil. [11] [12] fumar causa impotência, porque promove o estreitamento arterial. [13] Erupção sexual
Intervenção cirúrgica para uma série de condições pode remover o necessário para a ereção de estruturas anatômicas, danificar nervos ou prejudicar o fornecimento de sangue. A disfunção erétil é uma complicação comum de tratamentos para câncer de próstata, incluindo a prostatectomia e destruição da próstata por radiação de feixe externo, embora a próstata em si não é necessária para conseguir uma ereção. Hérnia inguinal cirurgia diz respeito, na maioria dos casos, e na ausência de Erupção sexual complicações pós-operatórias, o reparo operatório pode levar a uma recuperação da vida sexual de pacientes com disfunção sexual pré-operatória, enquanto, na maioria dos casos, não afeta os pacientes com uma vida sexual normal no pré-operatório. [14]

Ejaculação precoce

ED também pode ser associado com bicicleta devido a problemas neurológicos e vasculares devido à compressão. [15] o risco de aumento parece ser cerca de 1.7-fold. [16]

Significativas preocupações que o uso de pornografia pode causar disfunção erétil [17] não foram substanciadas em estudos epidemiológicos, de acordo com uma recente revisão de literatura. [18] no entanto, Erupção sexual outro artigo de revisão e estudos de caso sustenta que o uso de pornografia realmente causar disfunção erétil e critica a revisão de literatura descrito anteriormente

Fisiopatologia
Ereção peniana é gerenciada por dois mecanismos: a ereção reflexa, que é alcançada por tocar diretamente no eixo do pênis, e a ereção psicogênica, que é alcançada por estímulos eróticos ou emocionais.

O primeiro usa os nervos periféricos e as partes inferiores da medula espinhal, enquanto o último sistema límbico do cérebro. Erupção sexual Em ambos os casos, um sistema neural intacto é necessário para uma ereção completa e bem sucedida.

Estimulação do eixo penile pelo sistema nervoso leva a secreção de óxido nítrico (não), o que provoca o relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos (o principal tecido erétil do pênis) e ereção peniana posteriormente.

Além disso, níveis adequados de testosterona (produzido pelos testículos) e uma glândula pituitária intacta são necessários para o desenvolvimento de um sistema erétil saudável. Como pode-se compreender os mecanismos de uma ereção normal de, impotência pode desenvolver devido à deficiência hormonal, distúrbios do sistema neural, falta de suprimento sanguíneo adequado do pênis ou problemas psicológicos. Erupção sexualErupção sexualmedula espinhal inj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *