2

Seus filhos precisam de pais felizes

Posted by Eninha A. Campos on Nov 12, 2013 in Comportamento

Você consegue pensar em algo mais importante para seus filhos do que a sua própria felicidade e realização?

Não importa quanto tempo ou quantas coisas materiais  você oferece  a seus filhos -  se a sua presença com eles é tensa em vez de alegre e pacífica, eles não vão estar recebendo o que eles precisam de você.

Você pode dar a eles brinquedos maravilhosos, mandá-los para as melhores escolas, tirar férias incríveis, proporcionar atividades enriquecedoras - tudo isso é a cereja no bolo.  O bolo – a fundação – é você ser um modelo maravilhoso de alguém que cuida de si e que se preocupa com os outros.

Pense na sua própria infância. Seus pais eram felizes, em paz e realizados? Encheram-lhe de alegria e riso? Eles ofereceram amor e apoio a você  e um ao outro?

A melhor coisa que você pode fazer por seus filhos é estar em seu próprio caminho de crescimento pessoal.

Via Huffington Post

Assine O QUE É ISSO ? by Email

Tags: , , ,

 
2

Vamos brincar ?

Posted by Eninha A. Campos on May 20, 2011 in Dicas

O Kubibho kids  passou por aqui e  deixou uma dica muto bacana  e eu adoro divulgar

boas ideias ;-)

É assim :  Se você tem crianças em casa , é professor(a)  de crianças na fase pré-escolar, terapeuta ocupacional ou conhece  creches de criancinhas  aqui vai uma dica muito  bacana  para divertir e livra -las   da TV e computador por uns bons minutos e ainda pode  ajudar a no desenvolvimento  motor fino.

Tudo que você precisa e de papel , tesoura , cola e uma impressora . É muito simples: vai lá e divirta-se!

Cubinho Peixinhos

Tubinho Urso Polar

Cubinho Jonaninha

Tubinho Pagagaio

Cibinho Pinguim

Tubinho- Monstos-Papamouse

Tags: , , , , , , , , ,

 
20

Eu estou vendo você…

Posted by Eninha A. Campos on Dec 3, 2010 in Íntimo e Pessoal

Não gosto muito desse clima de final de  ano…jingle bells …happy new year …desse oba, oba todo. Por quê ?  Não é muito a minha  onda … isso daria um post ? ! Talvez…

Mas hoje a onda é outra . Hoje estive a pensar muito nos meus pais .No quanto eles influenciaram-me … fiquei um bocadinho nostálgica… sem muita delonga peço licença aos meus  leitores - esse post é sobre a minha gratidão e de uma forma  “especial” é  para eles  com  ternura .

Quando você pensava que eu não estava a olhar , eu vi você pendurar meu primeiro desenho na porta da geladeira, e eu imediatamente quis fazer outro desenho.

Quando você pensava que eu não estava a olhar, eu vi você alimenta um cão de rua, e eu aprendi que isso era bom  ser gentil de modo geral e também com os animais.

Quando você pensava que eu não estava  a olhar, eu vi você fazer meu bolo favorito ,para mim, e eu aprendi que as coisas pequenas podem ser as mais especiais na vida.

Quando você pensava que eu não estava a olhar, ouvi você dizer uma oração, e eu sabia que existe um Deus que eu podia sempre conversar e aprendi a confiar em Nele.

Quando você pensava que eu não estava  a olhar , eu vi você fazer  comida e levar para uma amiga que estava doente, e eu aprendi que todos nós temos que ajudar a cuidar uns dos outros.

Quando você pensava que eu não estava a olhar eu vi você dando seu tempo   para ajudar as pessoas que não tinham nada e eu aprendi que aqueles que têm alguma coisa devem dar àqueles que nada têm .

Quando você pensava que eu não estava a olhar , eu senti seu beijo de boa noite e me senti amada e segura.

Quando você pensava que eu não estava a olhar, eu vi você cuidar da nossa casa e de todos, e eu aprendi que temos que cuidar do que nos é dado.

Quando você pensava que eu não estava a olhar , eu vi você lidar com suas responsabilidades, mesmo quando você não se sentia bem e eu aprendi que eu teria que ser responsável quando eu crescesse.

Quando você pensava que eu não estava a olhar, eu vi lágrimas em seus olhos e eu aprendi que às vezes coisas nos machucam, e não é errado chorar.

Quando você pensava que eu não estava a olhar  eu vi que você estava preocupada e eu quis ser tudo o que eu poderia ser.

Quando você pensava que eu não estava a olhar , eu aprendi a maior parte de lições de vida que eu preciso para saber  ser uma pessoa boa e produtiva quando eu crescesse.

Quando você pensava que eu não estava a olhar , eu olhei para você e queria dizer: “Obrigada por todas as coisas que eu vi quando você pensou que eu não estava a olhar”

“Bónus” : Obrigada também, pelas vezes - depois uma travessura - em que vocês  deixaram-me de castigo sentadinha a olhar para parede para aprender a pensar melhor, e não foram poucas, Hehe…

Então, da próxima vez que você achar que seu filho não está a olhar quando você faz alguma coisa, pense novamente. Cada um de nós, pai ou amigo, influencia a vida de uma criança por nossos pensamentos, palavras e ações. Você pode se surpreender com a quantidade de coisas que seu filho pode observar e absorver, por isso pense antes de agir.

Tags: , , , , , , , , ,

 
3

Você está mais perto da sua mãe ou do seu pai?

Posted by Eninha A. Campos on Sep 23, 2010 in Comportamento

Não é nenhum segredo  que adoramos nossas mães e nossos pais .  Mas quando você realmente pára para pensar sobre isso, você está mais perto de um de seus pais ?

Vamos conversar : É muito difícil qualificar algo como a proximidade ou a relção de  sentimentos a um parente, principalmente a um pai a uma mãe. Mas eu acho que existe em alguns casos, e uma resposta absoluta é clara. Algumas filhas(os) estão mais perto  das mães e não estão perto de seus pais ,de todo.

Na gande maioria dos casos não há resentimentos em relação ao genitor que não está perto, é assim … afinidades.

Então, meus caros, vocês acham que estão mais próximo de sua “mamma” ou do seu “papà”?  Ou talvez você não esteja perto a nenhum dos dois,  se sente-se  mais conectado com outro parente ?

Obrigada por deixar sua opinão nos comentários abaixo .

Tags: , , , ,

 
4

Eu sou normal?

Posted by Eninha A. Campos on Mar 31, 2010 in Bem Estar

Este é um tema comum que ouço eco de um monte de gente que eu conheço.

“Eu sou normal ? ”
“Eu não posso esperar para sentir mais normal.”
“Deve ser bom ser tão normal …”


O problema é que eu não sei o que é normal.

Suponho que para algumas pessoas,  significa  “sem os sintomas da minha desordem.” Isso faz sentido, especialmente porque alguns sintomas de algumas doenças podem ser muito grave e debilitante para viver a sua vida quotidiana.

Mas então eu percebi que mesmo as pessoas sem uma ainda  condição diagnosticada  não muitas vezes se sentem “normal.” Vivemos nossas vidas, temos nosso stress, nosso ódio  dos nossos chefes ou da rotina de 9 a 5, entramos em significativas  discussões com os outros . Isso é “normal ? ”

Certos dias você não sabe  por que você acorda. Alguns dias você não sabe por quê  ir ao trabalho. Alguns dias você não sabe  qual  será o ponto final da sua vida. Isso é “normal? ”

A cada momento  acordado , você está pensando em comida ou comer. Cada hora que você pensa em sexo. Todo dia você imagina que deve ser  “normal”  sentir. Isso é “normal? ”

Você canta junto com o rádio. Você fala em seu telefone celular durante a condução (mesmo sabendo que você não deve). Você odeia seus pais. Você não pode esperar para visitá-los durante o próximo feriado, embora,  não os tenha visto por algum tempo. E então você se sente culpado por pensar: “Eu odeio meus pais.” Isto é “normal? ”

A questão é simples - não é normal ” . ” Existe uma homeostase tentamos manter  nosso ambiente em constante mudança. Nenhum de nós vive uma vida “normal” porque não há tal coisa. A grama pode ser mais verde no quintal do seu vizinho, mas  pode ser por causa  do seu bombeamento, manutenção de jardim e fertilizantes. Você nunca sabe a vida de outras pessoas - você só sabe o que eles escolhem para lhe mostrar.

O casal que você conheceu na festa no jantar na noite passada foram tão gentis com os outros, porque eles se dão muito bem e realmente gostam um do outro. Mas isso significa que eles nunca brigam ?  Claro que não.  E isso significa que o casal que lança farpas despreocupados, um no outro na mesma festa tem um relacionamento pior , menos saudável ? Não, apenas é um tipo diferente . E sim, eles discutem em privado também (todos os casais discutem, em algum momento - é realmente um sinal de um relacionamento saudável).

Talvez seja melhor pensar em “normal” como uma série de experiências de vida onde podemos viver a vida que queremos, sem impedimentos significativos para a saúde ou a saúde mental. Ela ainda tem seus altos e baixos, ainda tem momentos em que questionamos a nossa própria sanidade, mas é relativamente previsível, com rotinas que se sente familiar, mas não necessariamente sufocante.

Ou talvez ainda não tenho ideia do que é normal … Então, por favor quando souberem diga-me . Eu estarei esperando aqui perto gramado extremamente verde do meu vizinho.

Obrigada por compartilhar seus pensamentos  nos comentários abaixo.

Link: Am I Normal?

Tags: , , , , , ,

 
6

Se você pudesse mudar para outro país, onde você iria?

Posted by Eninha A. Campos on Jan 11, 2010 in Turismo


A cada ano, International Living publica sua lista dos melhores lugares para se viver. Pelo quinto ano consecutivo, a França está no topo da lista.  Ofertas na Austrália, Suíça, Alemanha e Nova Zelândia ronda os cinco primeiros, graças aos seus custos de vida invejáveis, cultura e lazer, ambiente, segurança e condições meteorológicas.

Mas a França não deveria se sentir tão confortável no topo. Outra lista recentemente compiladas pelo Bancos de Dados aponta  a  Costa Rica como o lugar mais feliz na Terra.

Se você pudesse mudar para um novo país, você gostaria de acordar toda manhã dizendo: Bonjour, Buenos Dias, おはようございます, Bom Dia  ou o o quê ? Para onde você iria ?

Link:  If You Could Move to Another Country, Where Would You Go?

Tags: , , , , , , , , , ,

 
3

Estudo diz que palmadas em certas idades conduz ao sucesso

Posted by Eninha A. Campos on Jan 6, 2010 in educação

Palmadas é um assunto controverso. Há aqueles que orgulhosamente admitem a velha escola, e há aqueles que denunciam a prática e são rápidos em apontar outras maneiras de disciplinar as crianças sem a força física. Como uma bola de ping-pong, os estudos afirmam que por um lado é benéfico para os jovens  serem expostos ao amor resistente as palmadas e no minuto seguinte, um novo estudo diz que crianças que apanharam estão em melhor situação … . se for dentro de um determinado prazo.

Atualmente, a bola está do lado dos pró-palmada. Um novo estudo diz que os pequeninos que apanharam entre as idades de dois e seis anos beneficiaram dos castigos corporais. O Daily Mail informa:

“As crianças que  apanharam dos seus pais crescem  mais felizes e mais bem sucedidas do que aqueles que nunca foram atingidos - afirma a pesquisa.  Constatou-se que as crianças que apanharam antes da idade de seis anos têm melhor desempenho na escola quando eles são adolescentes.  Eles também são mais propensos a fazer trabalho voluntário e de querer ir para a universidade do que aqueles que nunca tenham sido fisicamente disciplinado”.

Enquanto  todos os sons dândi para aqueles que governam com mão firme, o estudo também diz que as crianças que são atingidas após seis anos de idade eram mais propensas a ter problemas comportamentais.

Você está surpreso com as últimas afirmações ? O que você pensa da educação com palmadas ?

Link:Study Says Spanking at Certain Ages Leads to Success

Tags: , , , , , , , , , , ,

 
3

As crianças que não conhecem a natureza vão crescer a “odiar” o planeta ?

Posted by Pedro e Eninha Campos on Apr 6, 2009 in Curiosidade, Meio Ambiente

Um estudo mostra que crianças perderam quase completamente o contacto com o mundo natural. Metade das 700 inquiridas foram incapazes de identificar uma selecção de árvores, flores, e animais, e brincar do lado de fora foi  classificado como a sua forma menos favorita de gastar o tempo. O tempo no computador ganhou das idas ao ar livre na maior parte das vezes.

Acho que é um sinal dos tempos mudando, se as crianças precisam saber como que parece  um carvalho, bem, para que é que  o Google serve ? De acordo com o programa famoso de natureza de  Sir  David Attenbourough isto é um  mau agouro  para a preservação do meio ambiente.

O mundo está a tornar-se tão remoto para as crianças que elas sentem falta de um interesse  no mundo natural. Ninguém vai proteger o mundo natural, a menos que o entenda.

A culpa para a lacuna no conhecimento pode ser espalhada ao redor: pais super protetores (ou desinteressados), que não introduzem  as crianças ao ar livre e, ironicamente conservacionistas que mantém as crianças longe com medo que elas  danificar a paisagem. Um “oficial do desenvolvimento” diz, “que alguma coisa mágica ocorre quando as crianças e os espaços selvagens se misturam.” A única forma das crianças aprenderem a proteger o planeta é através das brincadeiras – e as crianças são o futuro do planeta.

Link:Will Kids Who Don’t Know Nature, Grow Up to Hate the Planet?

  • Leia Também

Meninas usam mais computadores que  os meninos

Porquê as crianças crescem mimadas e estragadas

Solução para os problemas de água do mundo

Já assinou o nosso Blog ? Assine ! Para receber nossas actualizações. Obrigado !
( Lembre-se, depois de assinar aqui no blog você precisa ir ao seu e-mail  confirmar para assinatura ficar completa ok ? )

Tags: , , ,

 
4

A preguiça de adolescentes tem base científica

Posted by Pedro e Eninha Campos on Mar 26, 2009 in Ciência, Comportamento

Por que adolescentes são tão preguiçosos nas tarefas ? É preguiça … ou biologia ? Mónica Luciana da Universidade de Minnesota e colegas têm a resposta científica :
Culpe as “limitações cognitivas”.  Os cérebros dos adolescentes não  podem fazer muitas tarefas , tão bem como os dos adultos. [...]
Uma parte do cérebro é responsável pelas tarefas continuas a desenvolver-se até tarde na adolescência, com células a fazer conexões, mesmo após algumas crianças serem suficientemente “velhas” para dirigir (guiar), de acordo com um novo estudo em maio / Junho edição do  Child Development ( Desenvolvimento da Criança).
O córtex frontal, que começa  logo atrás dos olhos e vai quase ate as  orelhas, acha (ou não) o que fazer quando uma pessoa é convidada a fazer malabarismos com vários pedaços de informação. Imagine, então  : “faça a sua cama e traga  a roupa para baixo” pode confundir um rapaz de 13 anos .

Em um dos testes do estudo, os indivíduos entre 9 e 20 anos de idade receberam  várias pedaços de informações  e, em seguida, foi lhes pedido que reordenassem essa informação para dar uma resposta precisa a uma pergunta. Noutro de  vários testes, foi lhes pedido para encontrar itens escondidos  usando um auto grau de  pensamento estratégico.

A capacidade de lembrar vários pedaços de informação desenvolveu-se entre a  idade de 13 a 15, o estudo descobriu. Mas pensamento estratégico e auto-organizado, o tipo que exige um elevado nível de habilidade de multitarefa, continua a desenvolver-se até à idade de 16 a 17anos.

O conceito não é inteiramente novo. Imagem cerebral sugeriu isso.

“Nossos achados comportamentais emprestam apoio a esse trabalho, e indicar que o lobo frontal está  a desenvolver-se até a  adolescência tardia de um modo que depende da complexidade da tarefa que está sendo exigida”, disse o pesquisadora líder Mónica Luciana, uma professora associada de psicologia da Universidade de Minnesota.

Infelizmente, o estudo não revelou qualquer solução para os pais sem “paciência “sobre o problema. Mas Luciana ofereceu este conselho:

“Precisamos manter em mente as suas limitações cognitivas, especialmente quando os adolescentes são confrontados com situações exigentes na sala de aula, em casa, ou em encontros sociais.”

Li aqui e aqui

Tags: , , ,

 
2

Porquê as crianças crescem mimadas e estragadas

Posted by Pedro e Eninha Campos on Mar 2, 2009 in Comportamento

Filhos que crescem mimados e estragados são infelizes e incapazes de lidar com os desafios da vida.

Psicólogo Bruce Baldwin chama  esses jovens de “crianças cornucópia” porque esperam que a vida seja sempre abundante - proporcionando-lhes  uma infindável oferta de coisas boas  sem que eles tenham que esforçar-se.

Grande parte da culpa, de acordo com Baldwin, deve ser cair sobre  os pais. Os pais têm uma tendência para a priorizar o desenvolvimento de sua carreira mais que o crescimento emocional  dos seus filhos. Devido a isso, com o pouco tempo gasto com os seus filhos, eles “presenteiam” as crianças com coisas e favores para compensar a negligência, na esperança de aliviar a sua culpa.

Criança estragada  é um produto dos pais, que falta na disciplina. Nada acontece  quando os jovens portar-se mal. E uma criança que tem pais ou babás para fazerem todas as suas vontades jamais aprenderá a ser responsável.

Aqui estão os sinais de uma  criança estragada :

1. Eles ficam entediados com facilidade e têm dificuldade para entreter-se .
2. Eles esperam obter tudo que eles querem, quando eles querem, e se queixam amargamente de não ter os melhores.
3. Eles têm pouca compaixão ou sensibilidade para as necessidades e sentimentos dos outros. Eles respondem apenas às suas próprias necessidades.
4. Eles têm pouca auto-disciplina, de modo que eles estão propensos a experimentar coisas como bebidas alcoólicas, drogas, sexo promíscuo,  e outros comportamentos auto-indulgente.
5. Enganos e mentiras são normais.
6. Eles não esperam  pagar as consequências das suas acções.
7. Eles são incapazes  acompanhar metas a longo prazo, como a poupar dinheiro
ou manter um emprego.

É muito importante que façamos as nossas crianças experiência do nosso amor, bem como a forma de lidar com decepções e responsabilidade. Os pais têm uma grande responsabilidade em preparar as crianças para tornarem-se adultos responsáveis.

Link: Why Kids Grow Up Spoiled

Tags: , , , ,

Copyright © 2014 O QUE É ISSO ? All rights reserved. Theme by Laptop Geek.